O poema de Amor

 Poema de Amor

Amar não é apoderar-se,

Mas sim dar-se ao outro

Para completá-lo.

 O amor nunca morre

Ele só adormece

Para acordar o mais belo

 O amor é um crime que não

Pode realizar-se sem cúmplice.

 O silêncio é a palavra com

Maior número de significados.

 Ontem, tive um amor

Hoje, não tenho mais

Talvez o tenha perdido

Por amá-lo demais.

 Pseudónimo: O Crente    

Nome: João Francelino, 8º6ª, nº 11

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s