O vulcão da Ilha do Fogo em Cabo Verde

290px-Bela-vista-net-Fogo-map

Fogo (ou Djarfogo que significa Ilha do Fogo) é uma das 10 ilhas que constituem o arquipélago de Cabo Verde. Foi uma das primeiras Ilhas a ser povoada. A ilha é vulcânica e é a mais elevada do grupo, devido à altitude do vulcão Pico do Fogo. É uma cratera com 9 km de largura e com uma parede de 1 km de altura. A cratera tem uma fenda na sua parede oriental e um grande pico eleva-se no seu centro. O cone central, Pico, constitui o ponto mais elevado da ilha (2829 m) e o seu cume tem cerca de 100 m.

400px-Ilha_do_Fogo_aerial_shot_1

 Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ilha_do_Fogo

Recentemente o vulcão entrou em erupção, causando enormes prejuízos na ilha.

http://pt.euronews.com/embed/289792/

Gonçalo Marques Rodrigues
5º E

Como podemos conhecer o interior da Terra?

Considerando que a Terra tem 6300 km de raio, é muito difícil para os geólogos conhecerem o interior da Terra. Os conhecimentos que já temos sobre a constituição do nosso planeta mostram que o seu interior pode ser dividido em: Crosta, Manto, Núcleo ExternoNúcleo Interno.

camad2Imagem recolhida na internet

Olhando para a imagem acima, concluímos que é muito difícil para os geólogos chegarem até ao interior profundo da Terra utilizando métodos diretos. Aprendemos que existem dois métodos de análise do interior da Terra. O primeiro é precisamente o método direto que, como o próprio nome diz, implica o acesso direto à crosta terrestre. Isso é possível através de escavações para túneis e escavações para a construção de prédios, conforme se vê através das imagens abaixo que representam um corte para a colocação de fundações de um prédio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 Fotos retiradas em frente à nossa escola

A exploração mineira também exige a abertura de galerias que permitem o acesso direto a rochas situadas a uma certa profundidade. Por isso, também permite recolher dados importantes sobre a constituição dos solos. As sondagens geológicas são perfurações através das quais são extraídas amostras de rochas para posteriormente serem estudadas à superfície. Durante a realização destas perfurações também se obtêm outras informações como, por exemplo, a temperatura no interior da Terra. No entanto, as sondagens geológicas geralmente não atingem profundidades superiores a 10 ou 12 km. A crosta terrestre mede cerca de 30 Km, pelo que o método direto tem muitas limitações. Para conhecermos as zonas mais profundas, temos os métodos indiretos: os dados recolhidos regularmente pelos sismógrafos, que registam todas as movimentações no interior da terra, e ainda as situações de sismos e de erupções vulcânicas, através da análise do tipo de substâncias magmáticas expelidas.

Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Terra

Manuais escolares da Sala de Estudo

Cíntia Regina e Francisco Mendes

(7º 4º)

Clube de Jornalismo