Exposição de Símbolos Culturais

This gallery contains 48 photos.

Os alunos de Inglês,Francês,Espanhol realizaram objectos alguns em três dimensões  para representar os símbolos culturais das línguas faladas nestes países e em outros. O resultado é uma exposição multicultural de que aqui deixamos em imagens. Símbolos Culturais Ingleses   Símbolos Culturais Franceses   Símbolos Culturais Símbolos

O meu jogo preferido

    O melhor  jogo de todos é o Habbollela. Podes criar uma casa, um quarto, um jardim e teres amigos que te visitam online. Quase todos  da nossa escola jogam este jogo. É preciso criar uma password no site Habbollela. Podes também vestir os bonecos se quiseres… É um jogo criativo que ajuda a desenvolver a tua imaginação e a seres organizado.Também podes convidar os teus amigos para conviveres através deste jogo, se eles não tiverem redes sociais nem telemóvel. Mas tem cuidado! Aceita só aqueles que conheces e não dês informações pessoais. Nunca se fala com um desconhecido, não se sabe o que ele/ela te quer fazer. Não te esqueças de anotar o teu nome e a tua passeword, para conseguires entrar sempre que tu quiseres! E pede primeiro autorização aos teus pais para que eles possam saber o que andas a fazer sempre que fores ao computador!     Clube de Jornalismo

Bruna Alexandra Bento 6ºE

Guilherme Pinto 5ºB

Terrorismo no Mundo

Grupos terroristas utilizam-se da violência e de atentados para alcançar seus objetivos

Terrorismo é o uso de violência, física ou psicológica, através de ataques localizados a elementos ou instalações de um governo ou da população governada, de modo a incutir medo, terror, e assim obter efeitos psicológicos que ultrapassem largamente o círculo das vitimas.

Esta é a defenição de terrorismo que encontrámos.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Terrorismo

Há vários tipos de terrorismo:

1) Terrorismo físico – Uso de violência, assassinato e tortura para impor seus interesses.

2) Terrorismo psicológico – Indução do medo por meio da divulgação de noticias em benefício próprio.

3) Terrorismo de Estado – Recurso usado por governos ou grupos para manipular uma população conforme os seus interesses.

4) Terrorismo económico – Subjugar economicamente uma população por conveniência própria.

5) Terrorismo religioso – Quando o incentivo ao terrorismo vem de alguma religião.

            Grupos terroristas do mundo inteiro

Al-Qaeda: Com o nome que significa “a base” em árabe, essa é a organização terrorista mais conhecida do mundo, sobretudo em razão dos atentados às torres do World Trade Center, em 11 de setembro de 2001. Ela é maioritariamente composta por muçulmanos fundamentalistas e tem por objetivo erradicar a influência ocidental sobre o mundo árabe.

Boko Haram: o significado do nome é “a educação não islâmica é pecado”, sendo às vezes traduzido também como “a educação ocidental é pecado”. O Boko Haram é também uma organização antiocidental que objetiva implantar a sharia (lei islâmica) no território da Nigéria.

Hamas: apesar de não ser considerado como um típico grupo terrorista por alguns analistas, o Hamas — sigla em árabe para “Movimento de Resistência Islâmica” — é temido pela maioria das organizações internacionais e Estados, sendo por isso classificado como tal. Ele atua nos territórios da Palestina, tendo como objetivo a destruição do Estado de Israel e a consolidação do Estado da Palestina.

Estado Islâmico: o Estado Islâmico no Iraque e na Síria (EIIS) é um grupo terrorista jihadista que age nos dois referidos países, tendo surgido em 2013 como uma dissidência da Al-Qaeda, inspirando-se nesse grupo.

Talibã: o grupo Talibã é um grupo político que atua no Paquistão e no Afeganistão, também preocupado com a aplicação das leis da sharia. O grupo comandou o Afeganistão desde 1996 até 2001, quando os EUA invadiram o país após os atentados de 11 de setembro. As leis da sharia impõem na mulher o uso de determinado vestuário.

 

 ETA: Este nome é uma abreviação em basco para “Pátria Basca e Liberdade”. Trata-se de um grupo terrorista separatista que visa à criação de um Estado com a independência do País Basco em relação à Espanha. Criado em 1959, o grupo organizou vários atentados ao longo de sua história, mas vem gradativamente reduzindo o seu arsenal militar, tendo um provável fim nos próximos anos em razão da sua não aprovação por parte da população basca, que deseja a independência local sem o uso de armas.

Imagem tirada de: http://www.diarioliberdade.org/archivos/imagenes/1011a/031011_foto_mural_eta2.jpg

 IRA: o Exercíto Republicano Irlandês também é um grupo militar separatista que objetiva a separação da Irlanda do Norte do Reino Unido e sua anexação à República da Irlanda. Surgido no início do século XX e responsável por milhares de mortes por meio de atentados, o grupo depôs armas em 2005 depois de uma negociação firmada na década de 1990. Atualmente, o grupo utiliza meios políticos para o seu objetivo, mas ainda é considerado como uma ameaça à paz e à segurança internacionais.

FARC: as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia é o único entre os grandes grupos terroristas da atualidade a declarar-se de esquerda, tendo surgido em 1964 como um braço informal do Partido Comunista da Colômbia.

Fonte: http://www.brasilescola.com/geografia/grupos-terroristas-mundo.htm

                                                                                                                                               Clube de Jornalismo

                                              Gonçalo Marques Rodrigues-5ºE

Bruna Alexandra Bento-6ºE

Brincadeiras de Carnaval

 

 

Por vezes, nas escolas, os alunos costumam pregar partidas uns aos outros conforme é habitual no Carnaval. Mas costumam utilizar brincadeiras perigosas, quase todas com bombinhas e petardos. Mas, antigamente havia outras brincadeiras menos perigosas que os nossos avós costumavam usar.

Deixamos aqui algumas delas.

Divirtam-se!


Badalo

Era colocado nas maçanetas das portas, às altas horas da madrugada e tinha por objectivo acordar os habitantes das casas, levando-os a sair de casa, em trajes de noite, a tirar o badalo, ou até a correrem atrás dos foliões. É uma brincadeira que não se perdeu totalmente, ainda hoje se praticando. O badalo utilizado varia de uma pedra, um saco de areia, uma garrafa de vidro, etc.

Esta brincadeira realiza-se não nos dias de carnaval, mas durante toda a quadra. Ou seja mês, a mês e meio antes do dia de Entrudo.

Portas Amarradas

Colocavam-se dois camarões um de cada lado da porta e amarrava-se por fora, de forma a que quem estava no interior não podia sair.

Brincadeiras de Rua

Mandavam sacos de farinha às pessoas, pedras quentes, etc.

Colocavam-se rabos de papel a quem passava.

Pregavam-se moedas ao chão para que os transeuntes as tentassem apanhar.

Punha-se um pescador a fazer que pescava de cana com rebuçados.

O carnaval é considerado uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. Tem sua origem no entrudo português, onde, no passado, as pessoas jogavam umas nas outras água, ovos e farinha. O entrudo acontecia num período anterior à quaresma e, portanto, tinha um significado ligado a liberdade. Este sentido permanece até os dias de hoje no Carnaval.

Atualmente

  • Existem produtos como as “Bombas de Carnaval”, designadas bombas de arremesso, que são verdadeiros produtos explosivos.
  • Estas bombas estão na causa dos acidentes que ocorrem com maior frequência nesta época festiva originando lesões de maior gravidade.
  • A explosão de uma bomba de carnaval pode provocar ferimentos, fraturas ou queimaduras de dedos ou de toda a mão podendo, nos casos mais graves, provocar amputação de dedos.
  • Estes acidentes acontecem, geralmente, quando se segura a bomba, se acende o rastilho ou se apanha do chão uma bomba que não tinha rebentado.
  • A explosão pode também provocar irritação e abrasão no globo ocular devido ao fumo ou a partículas de pólvora.
  • Outros produtos, tais como bombas de mau cheiro, pós de comichão ou para espirrar, podem provocar alergias e irritações em pessoas sensíveis, especialmente nas crianças, devido à sua composição.

Para passarmos todos um Carnaval mais divertido e mais seguro…

  • Não transportes as bombas de Carnaval, estalinhos, abelhas e foguetões nos bolsos porque podem rebentar com a fricção e o calor.
  • Não aceites bombas, estalinhos, abelhas e foguetões se estes lhe forem oferecidos.
  • Não introduzas bombas de Carnaval em garrafas ou latas, porque podem rebentar e projetar estilhaços, ferindo-o.
  • Não apanhes do chão ou de qualquer outro local, bombas de Carnaval, pois mesmo que pareçam já ter sido utilizadas ainda podem rebentar.
  • Não atires bombas de Carnaval para uma fogueira, porque podem explodir ou aumentar a intensidade do fogo de forma incontrolável.

Fonte: https://www.google.pt/webhp?sourceid=chrome-instant&ion=1&espv=2&ie=UTF-8#q=brincadeiras%20de%20carnaval

http://www.maemequer.pt/desenvolvimento-infantil/crescer/brincar/brincar-ao-carnaval-em-seguranca

Clube de Jornalismo

Gonçalo Marques Rodrigues

5ºE

Cabazes de generosidade

Neste Natal, as turmas organizaram-se para angariar alimentos e outros artigos com os quais confecionaram cabazes para ofertar às famílias mais necessitadas da escola. As ofertas foram acompanhadas de palavras e desenhos que tornam mais colorido o Natal de quem do Natal não tem mais do que os gestos e o amor.

 Clube de Jornalismo

João 7º E