poema para uma mulher especial

 

mulherela é bela como uma rosa de manhã

fresca e suave

ela e linda como sol iluminando meu dia

mas linda do que um girassol

gira e não pára de me estontear com tanta beleza

ela e uma linda morena

como uma lua que ilumina o  meu mar

ela reflete os meus sentimentos

ela e como uma bússola que me faz caminhar nos lugares certos

ela é uma das flores mais lindas do meu jardim

por isso hoje deixo esse poema para ti

 

 

Nome: Miguel Taynan Mendes Sena

pintor: Leonardo da Vinci

 

 

 

 

Anúncios

Exposição de Símbolos Culturais

Os alunos de Inglês,Francês,Espanhol realizaram objectos alguns em três dimensões  para representar os símbolos culturais das línguas faladas nestes países e em outros.

O resultado é uma exposição multicultural de que aqui deixamos em imagens.
IMG_1063 IMG_1062 IMG_1061 IMG_1060 IMG_1059

Símbolos Culturais Ingleses

 

Símbolos Culturais Franceses

 

Símbolos Culturais Símbolos

O meu jogo preferido

    O melhor  jogo de todos é o Habbollela. Podes criar uma casa, um quarto, um jardim e teres amigos que te visitam online. Quase todos  da nossa escola jogam este jogo. É preciso criar uma password no site Habbollela. Podes também vestir os bonecos se quiseres… É um jogo criativo que ajuda a desenvolver a tua imaginação e a seres organizado.Também podes convidar os teus amigos para conviveres através deste jogo, se eles não tiverem redes sociais nem telemóvel. Mas tem cuidado! Aceita só aqueles que conheces e não dês informações pessoais. Nunca se fala com um desconhecido, não se sabe o que ele/ela te quer fazer. Não te esqueças de anotar o teu nome e a tua passeword, para conseguires entrar sempre que tu quiseres! E pede primeiro autorização aos teus pais para que eles possam saber o que andas a fazer sempre que fores ao computador!     Clube de Jornalismo

Bruna Alexandra Bento 6ºE

Guilherme Pinto 5ºB

Terrorismo no Mundo

Grupos terroristas utilizam-se da violência e de atentados para alcançar seus objetivos

Terrorismo é o uso de violência, física ou psicológica, através de ataques localizados a elementos ou instalações de um governo ou da população governada, de modo a incutir medo, terror, e assim obter efeitos psicológicos que ultrapassem largamente o círculo das vitimas.

Esta é a defenição de terrorismo que encontrámos.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Terrorismo

Há vários tipos de terrorismo:

1) Terrorismo físico – Uso de violência, assassinato e tortura para impor seus interesses.

2) Terrorismo psicológico – Indução do medo por meio da divulgação de noticias em benefício próprio.

3) Terrorismo de Estado – Recurso usado por governos ou grupos para manipular uma população conforme os seus interesses.

4) Terrorismo económico – Subjugar economicamente uma população por conveniência própria.

5) Terrorismo religioso – Quando o incentivo ao terrorismo vem de alguma religião.

            Grupos terroristas do mundo inteiro

Al-Qaeda: Com o nome que significa “a base” em árabe, essa é a organização terrorista mais conhecida do mundo, sobretudo em razão dos atentados às torres do World Trade Center, em 11 de setembro de 2001. Ela é maioritariamente composta por muçulmanos fundamentalistas e tem por objetivo erradicar a influência ocidental sobre o mundo árabe.

Boko Haram: o significado do nome é “a educação não islâmica é pecado”, sendo às vezes traduzido também como “a educação ocidental é pecado”. O Boko Haram é também uma organização antiocidental que objetiva implantar a sharia (lei islâmica) no território da Nigéria.

Hamas: apesar de não ser considerado como um típico grupo terrorista por alguns analistas, o Hamas — sigla em árabe para “Movimento de Resistência Islâmica” — é temido pela maioria das organizações internacionais e Estados, sendo por isso classificado como tal. Ele atua nos territórios da Palestina, tendo como objetivo a destruição do Estado de Israel e a consolidação do Estado da Palestina.

Estado Islâmico: o Estado Islâmico no Iraque e na Síria (EIIS) é um grupo terrorista jihadista que age nos dois referidos países, tendo surgido em 2013 como uma dissidência da Al-Qaeda, inspirando-se nesse grupo.

Talibã: o grupo Talibã é um grupo político que atua no Paquistão e no Afeganistão, também preocupado com a aplicação das leis da sharia. O grupo comandou o Afeganistão desde 1996 até 2001, quando os EUA invadiram o país após os atentados de 11 de setembro. As leis da sharia impõem na mulher o uso de determinado vestuário.

 

 ETA: Este nome é uma abreviação em basco para “Pátria Basca e Liberdade”. Trata-se de um grupo terrorista separatista que visa à criação de um Estado com a independência do País Basco em relação à Espanha. Criado em 1959, o grupo organizou vários atentados ao longo de sua história, mas vem gradativamente reduzindo o seu arsenal militar, tendo um provável fim nos próximos anos em razão da sua não aprovação por parte da população basca, que deseja a independência local sem o uso de armas.

Imagem tirada de: http://www.diarioliberdade.org/archivos/imagenes/1011a/031011_foto_mural_eta2.jpg

 IRA: o Exercíto Republicano Irlandês também é um grupo militar separatista que objetiva a separação da Irlanda do Norte do Reino Unido e sua anexação à República da Irlanda. Surgido no início do século XX e responsável por milhares de mortes por meio de atentados, o grupo depôs armas em 2005 depois de uma negociação firmada na década de 1990. Atualmente, o grupo utiliza meios políticos para o seu objetivo, mas ainda é considerado como uma ameaça à paz e à segurança internacionais.

FARC: as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia é o único entre os grandes grupos terroristas da atualidade a declarar-se de esquerda, tendo surgido em 1964 como um braço informal do Partido Comunista da Colômbia.

Fonte: http://www.brasilescola.com/geografia/grupos-terroristas-mundo.htm

                                                                                                                                               Clube de Jornalismo

                                              Gonçalo Marques Rodrigues-5ºE

Bruna Alexandra Bento-6ºE

Brincadeiras de Carnaval

 

 

Por vezes, nas escolas, os alunos costumam pregar partidas uns aos outros conforme é habitual no Carnaval. Mas costumam utilizar brincadeiras perigosas, quase todas com bombinhas e petardos. Mas, antigamente havia outras brincadeiras menos perigosas que os nossos avós costumavam usar.

Deixamos aqui algumas delas.

Divirtam-se!


Badalo

Era colocado nas maçanetas das portas, às altas horas da madrugada e tinha por objectivo acordar os habitantes das casas, levando-os a sair de casa, em trajes de noite, a tirar o badalo, ou até a correrem atrás dos foliões. É uma brincadeira que não se perdeu totalmente, ainda hoje se praticando. O badalo utilizado varia de uma pedra, um saco de areia, uma garrafa de vidro, etc.

Esta brincadeira realiza-se não nos dias de carnaval, mas durante toda a quadra. Ou seja mês, a mês e meio antes do dia de Entrudo.

Portas Amarradas

Colocavam-se dois camarões um de cada lado da porta e amarrava-se por fora, de forma a que quem estava no interior não podia sair.

Brincadeiras de Rua

Mandavam sacos de farinha às pessoas, pedras quentes, etc.

Colocavam-se rabos de papel a quem passava.

Pregavam-se moedas ao chão para que os transeuntes as tentassem apanhar.

Punha-se um pescador a fazer que pescava de cana com rebuçados.

O carnaval é considerado uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. Tem sua origem no entrudo português, onde, no passado, as pessoas jogavam umas nas outras água, ovos e farinha. O entrudo acontecia num período anterior à quaresma e, portanto, tinha um significado ligado a liberdade. Este sentido permanece até os dias de hoje no Carnaval.

Atualmente

  • Existem produtos como as “Bombas de Carnaval”, designadas bombas de arremesso, que são verdadeiros produtos explosivos.
  • Estas bombas estão na causa dos acidentes que ocorrem com maior frequência nesta época festiva originando lesões de maior gravidade.
  • A explosão de uma bomba de carnaval pode provocar ferimentos, fraturas ou queimaduras de dedos ou de toda a mão podendo, nos casos mais graves, provocar amputação de dedos.
  • Estes acidentes acontecem, geralmente, quando se segura a bomba, se acende o rastilho ou se apanha do chão uma bomba que não tinha rebentado.
  • A explosão pode também provocar irritação e abrasão no globo ocular devido ao fumo ou a partículas de pólvora.
  • Outros produtos, tais como bombas de mau cheiro, pós de comichão ou para espirrar, podem provocar alergias e irritações em pessoas sensíveis, especialmente nas crianças, devido à sua composição.

Para passarmos todos um Carnaval mais divertido e mais seguro…

  • Não transportes as bombas de Carnaval, estalinhos, abelhas e foguetões nos bolsos porque podem rebentar com a fricção e o calor.
  • Não aceites bombas, estalinhos, abelhas e foguetões se estes lhe forem oferecidos.
  • Não introduzas bombas de Carnaval em garrafas ou latas, porque podem rebentar e projetar estilhaços, ferindo-o.
  • Não apanhes do chão ou de qualquer outro local, bombas de Carnaval, pois mesmo que pareçam já ter sido utilizadas ainda podem rebentar.
  • Não atires bombas de Carnaval para uma fogueira, porque podem explodir ou aumentar a intensidade do fogo de forma incontrolável.

Fonte: https://www.google.pt/webhp?sourceid=chrome-instant&ion=1&espv=2&ie=UTF-8#q=brincadeiras%20de%20carnaval

Brincar ao Carnaval em segurança

Clube de Jornalismo

Gonçalo Marques Rodrigues

5ºE

Cabazes de generosidade

Neste Natal, as turmas organizaram-se para angariar alimentos e outros artigos com os quais confecionaram cabazes para ofertar às famílias mais necessitadas da escola. As ofertas foram acompanhadas de palavras e desenhos que tornam mais colorido o Natal de quem do Natal não tem mais do que os gestos e o amor.

 Clube de Jornalismo

João 7º E

 

O vulcão da Ilha do Fogo em Cabo Verde

290px-Bela-vista-net-Fogo-map

Fogo (ou Djarfogo que significa Ilha do Fogo) é uma das 10 ilhas que constituem o arquipélago de Cabo Verde. Foi uma das primeiras Ilhas a ser povoada. A ilha é vulcânica e é a mais elevada do grupo, devido à altitude do vulcão Pico do Fogo. É uma cratera com 9 km de largura e com uma parede de 1 km de altura. A cratera tem uma fenda na sua parede oriental e um grande pico eleva-se no seu centro. O cone central, Pico, constitui o ponto mais elevado da ilha (2829 m) e o seu cume tem cerca de 100 m.

400px-Ilha_do_Fogo_aerial_shot_1

 Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ilha_do_Fogo

Recentemente o vulcão entrou em erupção, causando enormes prejuízos na ilha.

http://pt.euronews.com/embed/289792/

Gonçalo Marques Rodrigues
5º E

As redes sociais

O que é a rede social ? 

É uma comunidade ou rede de pessoas que não esta limitada a uma estrutura ou meio e é de um grupo que compartilha o interesse , conversas e fotos em comum.

As principais redes sociais 

  •  Facebook
  • Hi5
  • Twitter
  • My scape
  • Instragam
  • Tumblr
  • Whatspp .. (entre outras redes)

Para que servem ? 

Facebook : Mais uma rede parecida com Orkut , que ajuda os utilizadores a comunicar com os amigos de todo o mundo.

Twitter :  Serviço que os utilizadores trocam mensagens em tempo real. As actualizações sao exibidas no perfil do utilizador e também enviadas a outros que tenham assinado para recebe-las.

Instagram : É uma rede social gratuita para compartilhamento de fotos e vídeos. Com este aplicativo, é possível aplicar filtros em suas imagens e filmagens e depois publicá-las em seu perfil, onde seus amigos podem visualizá-las, curti-las e comentá-las. É o aplicativo de fotos mais popular. A grande vantagem deste aplicativo é sua facilidade de uso, com ferramentas bem simples. Registra e compartilha seus momentos, para isso, basta baixar o software no iOS e Android.

Os seus perigos ?

Milhares de jovens com idades inferiores a 10 ou 11 anos, expõem-se diariamente na Internet sem quaisquer cuidados.

” 1º perigo: ser vítima de um predador sexual. ”
Esse perigo existe, mas não deve ser exagerado. O risco de encontrar um pedófilo na Internet não é maior do que à saída da escola. Aliás 95% dos abusos sexuais em crianças têm origem no seu circulo familiar. Mas esse perigo existe.

” 2º perigo: assédio por parte de outras crianças. ” 

As mensagens e imagens partilhadas nas redes sociais permitem que estas sejam muitas vezes utilizadas para insultar um determinado participante ou enviar fotos obscenas.

” 3º perigo: roubo de identidade.3º perigo: roubo de identidade. ” 

Aqui existem vários graus. O primeiro é o roubo de uma fotografia que, uma vez recuperada numa rede social, pode ser modificada e utilizada para outro fim. O segundo é o roubo da identidade de uma pessoa e a posterior criação de uma falsa identidade com a pessoa roubada.

Ler mais: http://redes-sociais-virtuais.webnode.pt/que-perigos-apresentam-/

ATENÇÃO! CUIDADOS QUE DEVEMOS TER.

Não forneças inadvertidamentos de dados pessoais.

Não aceites pedidos de amizade se o conteúdo da página o deixar desconfortável.

Não respondas a comentários ou conteúdos ofensivos.

Não te esqueças que os  dados não são privados.

Coloca os perfis como privados.

Aceita apenas utilizadores que conheces pessoalmente.

Não aceites conhecer os amigos virtuais pessoalmente.

Cuidado com as fotografias.

Não coloques informações sobre terceiros.
11

http://redes-sociais-virtuais.webnode.pt/que-perigos-apresentam-/

Clube de Jornalismo

Trabalho realizado por:

Arménia Nicolau 7ºB

Graciosa 7ºB

Guilherme Pinto 5ºB

o Thanksgiving na nossa escola

                         I’m thankful for …
IMG_9900 IMG_9901 IMG_9903 IMG_9904 IMG_9905 IMG_9906 IMG_9908 IMG_9909 IMG_9910 IMG_9911 IMG_9912 IMG_9914

Trabalhos realizados por alunos do 8ºano 

Prémios

Foram premiados os alunos abaixo indicados. A entrega de prémios decorreu no dia 13 de dezembro. Parabéns!

Iº lugar – Abóbora  –  Joana Recto Moutinho nº 11 8º C

2º lugar – Folha  –  Daniela Vicente Fortuna nº 5 8º B

3º lugar – Perú  –  Nicole Trony Marques nº 21 8º D

 

Thanksgiving ou Dia de Ação de Graças é o feriado de um dia que originalmente foi criado para agradecer o fim do período de colheitas. Nos Estados Unidos, é celebrado na quarta quinta-feira de Novembro (em 2014 – 27 de Novembro). No Canadá, o Thanksgiving é comemorado todos os anos na segunda segunda-feira de Outubro. Nesse dia, as famílias e os amigos juntam-se para uma refeição especial na casa de um membro da familia, viajando assim para outros locais. Durante a refeição agradecem a Deus os bens e os dons que possuem e é por isso que a data se denomina Dia de Ação de Graças. Em algumas cidades há mesmo paradas e festivais que também assinalam a abertura da época do Natal.

http://www.aprendizdeviajante.com/index.php/2010/11/23/thanksgiving-como-e-o-feriado-de-acao-de-gracas-nos-eua/

Clube de Jornalismo

Mónica Neves – 5ºC
Milyce Soares – 5ºC
Carina Mascarenhas – 5ºC
Arménia Nicolau –  7ºB
Graciosa Correia – 7ºB

Pobreza social: escola em Sintra faz a diferença

Campanha de solidariedade social

                           Imagem publicada pelo Jornal 1º de janeiro

 

Pobreza? Não!

A Comunidade Educativa da Escola Básica Padre Alberto Neto, do Agrupamento de Escolas Leal da Câmara, localizada em Rio de Mouro, Sintra, no âmbito da comemoração do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, (assinalado a 17 de outubro) tem vindo a dinamizar uma ação solidária – “Dar para ajudar”, em prol das famílias carenciadas do Agrupamento.

Esta ação conta com o apoio de várias empresas que foram contactadas para o efeito. Também os Encarregados de Educação, alunos, professores e funcionários participam nesta ação que consiste na recolha de géneros alimentares, livros, material escolar, etc, para fazer cabazes de Natal que serão entregues, no final do 1º período escolar, às famílias carenciadas, selecionadas pela Equipa de Ação Social do Agrupamento.

Com esta ação pretende-se minorar os problemas financeiros das famílias mais carenciadas deste Agrupamento de Escolas, bem como sensibilizar para a comemoração deste dia.

Notícia redigida na aula de Português, pelos alunos do 8ºB, da Escola Padre Alberto Neto, em Rio de Mouro, Sintra

A Corrupção

     

“Corrupção” vem do latim (corruptus), que significa “quebrado em pedaços”.

O verbo “corromper” significa “tornar-se podre”.

Segundo a Wikipédia, nos nossos dias, a corrupção é o ato ou efeito de corromper alguém com poder de decisão, para obter vantagem nos negócios. Ou seja, é o ato de subornar os funcionários que tomam decisões importantes na vida das pessoas. Esta ação criminosa é ilegal, porque favorece uma pessoa e prejudica outras em igualdade de circunstâncias. É tirar vantagem do poder atribuído. 

Portugal mantinha em 2013 o 33.º lugar no Índice de Perceção da Corrupção da organização de Transparência Internacional, segundo Paulo Morais, em declarações à agência Lusa.

Na Assembleia Nacional portuguesa, dos 230 deputados, 30 por cento, por conseguinte 70, são administradores ou gestores de empresas que têm diretamente negócios com o Estado, conforme denunciou Paulo Morais, num debate sobre corrupção organizado pelo grupo cívico-político Porto Laranja, afeto ao PSD.

A magistrada Maria José Morgado apontou a apatia da sociedade civil, o sigilo fiscal e o segredo bancário como factores “para não haver um verdadeiro combate à corrupção”.  No seu discurso no I Congresso sobre a Democracia em Portugal, Maria José Morgado considerou ainda que “a sociedade civil tem de exigir à Polícia Judiciária, ao Ministério da Justiça e ao Procurador Geral da República, Souto Moura, estatísticas, estudos, diagnósticos e resultados sobre o combate à corrupção”.

Para alguns sociólogos, a corrupção é caracterizada pela incapacidade moral dos cidadãos em assumirem compromissos voltados para o bem comum. Quer isto dizer que  os cidadãos corruptos são incapazes de fazer coisas que não lhes tragam uma gratificação pessoal. As pessoas envolvidas em situação de suborno (em Portugal diz-se “luvas”) são os árbitros, os juízes, os polícias, os políticos, os funcionários públicos e os governantes. 

Fomos investigar e descobrimos que a Finlândia é um dos países no mundo com menos corrupção. Entre os países onde existe mais corrupção estão os países africanos e do Médio Oriente.

A lista dos dez países mais corruptos do mundo em 2014 mostra que estes países também são os mais pobres do mundo e que existe lá fome, miséria e guerra. Parece que a falta de condições e a pobreza estão relacionadas com a corrupção que lá existe: a Somália é o país mais corrupto do mundo, segundo a lista que consultamos.

Haiti um dos países mais corruptos do mundo

O Haiti é o 10º país mais corruto do mundo em 2014

Fontes da notícia:

http://www.publico.pt/portugal/noticia/bruxelas-diz-que-portugal-nao-tem-estrategia-contra-a-corrupcao-1622176

http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=2927745

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=3566249

Top 10 países mais corruptos do mundo

Clube de Jornalismo

Carina  Mascarenhas 5º C

Mónica Neves 5º C

Reportagem sobre a indisciplina

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os jornalistas da Escola Padre Alberto Neto fizeram uma entrevista a alguns alunos e a algumas auxiliares, agora assistentes operacionais, sobre a forma como os alunos convivem na escola. Deixamos aqui alguns contributos.

D. Mila:

” A indisciplina é bastante, os alunos deveriam respeitar e aproveitar os poucos espaços que têm para brincar”.

D. Paula:

“Eu tenho a mesma opinião e acho que alguns alunos deviam melhorar o comportamento”.

Os alunos também têm uma palavra a dizer. Perguntamos a uma das alunas da escola Padre Alberto Neto o que é a a disciplina e a indisciplina. Na sua opinião, “A  disciplina é quando os alunos e professores se respeitam uns aos outros, a indisciplina é quando os alunos e professores não se respeitam”. Para outra aluna, a indisciplina é faltar ao respeito ao próximo.  Sobre as situações que levam à indisciplina alguns alunos indicaram que por vezes têm vontade de se “portar mal” quando estão aborrecidos, cansados ou quando são distraídos e desafiados por outros alunos. Relativamente à pergunta sobre o que é, afinal, “portar-se mal” poucos alunos referiram o incumprimento do Regulamento Interno da Escola. Os nossos colegas entrevistados disseram que conhecem o documento mas depois, na prática, acabam por se esquecer dos  deveres dos alunos.

Demos um passeio pela escola e fomos procurar os lugares mais problemáticos por serem escondidos e pouco frequentados. São estes os pontos da escola onde há mais probabilidades de ocorrerem assaltos ou atos de intimidação, uma palavra portuguesa para “bullying”. Deixamos acima as imagens.

Os nossos colegas entrevistados não quiseram falar de situações concretas de intimação, mesmo sob anonimato. Referiram apenas que conhecem várias situações e que de alguma forma já foram alvo delas.

Lembramos que a  escola tem neste momento falta de funcionários. Só temos um vigilante que agora também faz serviço na portaria, à tarde. Claro que ele não consegue estar em toda a parte, ainda por cima existe uma grande distância entre o pavilhão E e os outros pavilhões. Este pavilhão fica mesmo junto à mata e o portão é fácil de transpor. Só lá temos uma funcionária, a D. Fernanda, que nos recebe na sua salinha quando está frio ou chove.  Achamos que a indisciplina e a insegurança podem estar relacionadas.

Clube de Jornalismo

Arménia Nicolau – 7º ano

Graciosa Nº 11 – 7º ano

João  Vitor  Nº 16 – 7º ano

O Halloween na nossa escola

Este ano o Halloween na nossa escola foi muito assustador. Os objetos foram feitos pelos alunos do 5º, 6º e 7º anos e, como podemos ver abaixo, representam casas, morcegos, bruxas, máscaras, etc. O tema foi “Haunted Houses and Scary Masks”. Realizou-se mesmo um concurso de casas assombradas e de máscaras assustadoras, cujos vencedores aqui identificamos, com um aplauso pela sua coragem e criatividade:

Haunted Houses

1st  nº 22 Rafael Vieira Melo 7º C
2nd nº 2   Angélica Palma 5º F
3rd  nº 7   Cláudio Branco 5º B

OLYMPUS DIGITAL CAMERA       OLYMPUS DIGITAL CAMERA        OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Scary Masks

​1st nº 12 Joaquim Silva 7º A (PCA)
2nd nº 7  Débora Resende 6º D
3rd nº 11 Gonçalo Dias Guerreiro 6º D

OLYMPUS DIGITAL CAMERA        OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA  OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Este slideshow necessita de JavaScript.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA  OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA  OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

.

Clube de Jornalismo

Carina Mascarenhas 5ºC

Exposição sobre a 1ª Grande Guerra Mundial

Está a decorrer na biblioteca da Escola uma exposição que comemora o centenário da primeira guerra mundial (1914-2014). A Exposição está disponível até ao dia 28 de Novembro. Foi organizada pela Biblioteca da escola e contém fotos impressionantes sobre uma das guerras mais dramáticas que a Europa viveu. Através da nossa reportagem podes perceber o drama das pessoas envolvidas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Texto e reportagem fotográfica:

Clube de Jornalismo

Mónica Neves, Milyce Soares, Carina Mascarenhas

5º D e 5º C

Escola Aberta – uma alternativa para os tempos livres

IMG_7079

Nas férias grandes, os alunos da nossa escola podem contar com uma escola mais descontraída, mais divertida, onde também se aprende a estar e a aprender. É a Escola Aberta, que ocupa os tempos livres dos alunos inscritos com atividades várias, ateliers rotativos que os grupos de alunos frequentam de quarenta e cinco em quarenta e cinco minutos.

Os alunos aprendem a jogar Courf Ball, Tennis de Mesa, Bola ao Cesto, aprendem Danças ao sabor das músicas do mundo e desenvolvem a criatividade na área do Português e das Ciências. Trata-se de uma iniciativa que envolve a Equipa de Ação Social da escola e vários professores voluntários.

A jogar e  a brincar também se aprende.

 

 

Fotos e frases da atividade: “Sentir a Pintura”

IMG_7085

 Neste quadro está uma cara colada a uma cidade e está chuva. Esta cidade parece ser na Índia e representa a paz e o sonho da vida. Esta cara representa o mundo e no final há uma queda de lágrimas de chuva.

Diogo Chibante

IMG_7083

Neste quadro, vejo descanso, na região do corpo e vejo uma população em suspensão  onde posso imaginar e pensar e onde posso lavar as meias sujas do meu irmão.Ao centro vejo uma janela que pode dar para outra dimensão.

Vítor Palma

 

IMG_7084

 

 

Eu vejo um campo agrícola e um rio circular. As cores são lindas como uma rosa charmosa. Vejo uma praia mas só falta uma raia. Animação, sim, há por todo o lado e então, apetece-me ficar calado.

Bruno Gonçalves

Fotos e frases da atividade “As diferenças que me assustam”

IMG_7106

 

A mim assustam-me as pessoas que se assustam comigo.

Bruno Gonçalves

 

 Assusta-me o racismo. Assustam-me todos os comportamentos agressivos.

Diogo Chibante

 

 Assustam-me as pessoas que se assustam com a diferença.

Bruno Gonçalves


 

 

 

 

 

Festa Multicultural dos Cursos Noturnos

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

No passado dia 12 de Junho, as turmas do ensino noturnos realizaram uma exposição com objetos identificativos das suas culturas, das suas tradições e modo de vida. Juntou-se a tradição portuguesa, toalhas, bordados, fado, instrumentos musicais, ícones do futebol a panos étnicos, estatuetas, jogos, instrumentos musicais, artefactos domésticos de países como Cabo Verde, Guiné-Bissau, Angola, Moçambique  e Guiné Conacri, entre outros.

Em exposição encontravam-se também diversos pratos tradicionais portugueses e dos restantes países, devidamente identificados, confecionados por formandos e formadores.

Participaram no evento o Diretor do Agrupamento e o Presidente do Conselho Geral bem como diversos elementos da comunidade educativas, incluindo os auxiliares educativos e pessoal administrativo.

A confraternização demonstrou que a escola à noite constitui uma grande família, unida pelos laços da aprendizagem e da vontade de  ir mais longe, quando se começou já tarde.

Turmas do noturno visitam o Parque e o Palácio de Sintra

O dia 8 de junho foi um dia memorável. As turmas do ensino noturno (B1, B2, B3 e PPT) realizaram uma visita de estudo ao Parque e ao Palácio da Pena, com almoço em plena serra, na celebre mesa da Rainha. A visita guiada, inserida no currículo das diversas áreas disciplinares, possibilitou aos formandos uma viagem única que contribui para o seu percurso formativo com conhecimentos sobre a flora de Sintra, a paisagem humana e social, a  história e a gastronomia. Para além disso, registe-se o convívio, a caminhada a pé, a troca de impressões, a visão de alunos diferentes, de origens e nacionalidades diferentes, sobre este espaço, emblemático do conselho de Sintra.

 

Cole este link no seu browser e assista à reportagem:

https://drive.google.com/file/d/0B3BOcNx_HwbUM25HMmdtby1SNzg/edit?usp=sharing

Visita de estudo ao Palácio da Pena

 

No dia 8 de junho de 2014, pelas nove horas e trinta minutos, os alunos das turmas EFA e PPT e os seus professores encontram-se na Estação de Sintra, para dar início à  visita de estudo ao Palácio e Parque da Pena. Subiu-se a pé pela serra que é considerada, desde 1995, património da Humanidade.

Pelas 11:30 entraram no parque e observaram e admiraram o jardim da rainha D. Amélia a espécie de árvores que mais cresce, a sequóia sempervirens. Os colegas que tinham as suas máquinas fotográficas iam fotografando tudo.

Do miradouro viram a magnífica paisagem circundante. Dentro do Palácio, foi a sala Nobre, a sala de Jantar com móveis e porcelanas lindíssimas e os aposentos do Rei que mais os impressionou. Foi-lhes explicada a razão da cama ter dimensões reduzidas: o Rei dormia meio sentado, meio deitado. Os aposentos da Rainha eram compostos de quarto de dormir, de vestir e de ler. A cozinha, de grande dimensão, ostentava todos os utensílios em cobre. A capela era lindíssima com o altar ornamentado por peças de ourivesaria do século XVIII.

Por volta das 13:30 todo o grupo se dirigiu para a mesa da Rainha, para o apetecido almoço.

Depois do almoço, o grupo prosseguiu a sua visita pelo parque que foi plantado por D. Fernando II para ter uma naturalidade quase perfeita.

No final do dia, a caminhada fez-se no sentido inverso. Regressaram a casa cansados mas encantados.

 

 Texto dos alunos da Turma B3B

A nossa hortinha biológica

 

No âmbito do projeto Eco-Escolas este ano letivo começámos a fazer uma hortinha biológica. Nas férias do Natal a terra foi cavada e preparada pelo senhor Luís (assistente operacional) e no início de 2º período, o professor Henrique com os seus alunos fez uma cerca em torno da horta.

 

foto0128

Quando a primavera começou a aproximar-se e a chuva diminuiu, chegou a nossa vez de trabalhar. Cultivámos alfaces, cebolo, beterraba, couves de Bruxelas, tomateiros, girassóis e feijão. Apesar de a horta ser pequenina ainda houve espaço para as ervas aromáticas, tais como: salsa, rosmaninho, coentros e o hortelã oferecido pela assistente operacional Sofia.

IMG_2650

Para que tenhamos alimentos biológicos, durante o cultivo, em vez de adubos químicos, foi utilizado estrume de cavalo, que até nem tinha mau cheiro. E para que os pardais, melros e outros pássaros, não procurem refeição na nossa hortinha, estamos a construir um espantalho fazendo a reutilização de materiais. Em breve, com a ajuda das regas da Dona Antónia, estaremos a colher alimentos muito saudáveis e bonitas flores de girassol.

Os alunos do eco-escolas
12/05/2014

Les “Poissons d’Avril” en mai? Oui, oui, c’est vrai!

poissond'avril8

Os alunos do 8ºano desenharam estes peixes muito expressivos para comemorar uma tradição muito francesa, o “Poisson d’Avril”. Esta tradição corresponde ao nosso dia das mentiras. Consiste na aplicação de peixes nas costas das pessoas “comme blague”, por brincadeira, por se tratar do 1º dia de abril. Por razões de programação, os departamentos de Educação Visual e de Francês só realizaram estes trabalhos no mês de maio.

Arménia Nicolau, Beatriz Santos e Sofia Rodrigues  do 7º 4ª

Clube de Jornalismo

Jardim Poético: alunos do 1º ciclo declamaram poemas na nossa biblioteca

 

 

 

As vozes são de uma turma de alunos do 2º ano, de uma das escolas do 1º ciclo do nosso agrupamento.  O local é a Biblioteca da PAN. Os jovens visitantes recitaram os seus poemas partilhados; a turma que os recebeu, do 6º ano, também recitou os seus. Os professores ajudaram. O MOURO gravou e publicou a frescura das suas vozes.

Com esta semana de partilha poética e de diversas visitas semelhantes às Bibliotecas da PAN e da ESLC terminou a atividade “Jardim Poético”, iniciativa do Departamento de Português. A atividade abrangeu todos os ciclos de ensino e teve contornos diferentes em cada um. Culminou num alargamento de horizontes dos mais pequeninos, que se deslocaram em passeio às escolas do 2º e 3º ciclos e à escola-sede do agrupamento. Foram recebidos e apoiados pelos alunos mais velhos e por professores dinamizadores das sessões. Levaram na bagagem a atuação que se regista no vídeo acima. São formas de encontro e de partilha que advêm das novas sinergias criadas pela agregação de seis escolas num mesmo agrupamento.  São uma oportunidade de nos conhecermos melhor e de transmitirmos aos mais novos um pouco de poesia.

 

A Espanha e as suas regiões

O átrio da nossa escola tem disponível uma exposição sobre as várias regiões espanholas e sobre os diversos países que têm o castelhano como língua oficial ou materna. É uma viagem a não perder. Os alunos da disciplina de Espanhol de 7º, 8º e 9ºestão de parabéns, tal  como as respetivas professoras.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

João Leite e Francisco Mendes- 7º 4ª

Clube de Jornalismo

Olimpíadas da História

Decorreram entre 3 e 7 de Fevereiro na nossa escola as Olimpíadas da História. Os alunos do 5º, 6º e 7º ano participaram neste jogo, cujo objetivo consistiu em relacionar temas e a interagir em grupo, no âmbito dos saberes curriculares de História e de Geografia. Os participantes realizaram, na Biblioteca, um percurso orientado por um questionário. Todos receberam uma lembrança pela sua participação nesta iniciativa.

 

Turmas Vencedoras

5º Ano Turma 5ª
Pontos: 21 Tempo: 10 minutos

Alunos: André Lemos e Diogo Alves
————————————————————–
6º Ano Turma 3ª
Pontos: 21 Tempo: 14 minutos

Alunos: Mariana Fernandes e Mariana Vaz
——————————————————————
7º Ano Turma 4ª
Pontos: 23 Tempo: 30 minutos

Alunos: Beatriz Santos e Hugo Carvalho

O DCSH
Rio de Mouro, 14-3-14

 

Outra aventuras na História de Portugal

 

Os alunos do 2º ciclo viveram autênticas aventuras ao pesquisarem sobre a presença dos Romanos e dos Árabes em Portugal. O resultado foram estes trabalhos, cujas capas ilustram bem a criatividade que os alunos emprestaram ao tema. A riqueza da nossa história permite-nos encontrar cenários onde a imaginação dos jovens se desenvolve sem limites.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comemorações do 25 de Abril na nossa escola

Para além das conferências com milicianos que participaram no golpe de estado de 1974, as comemorações do 25 de abril deste ano, na nossa escola, contaram com uma magnífica exposição de cartazes utilizados ao longo dos anos para assinalar a data ou incentivar à participação popular em manifestações e ações democráticas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No dia 28 de abril, segunda-feira, pelas 21 horas, todos os alunos dos Cursos Noturnos (EFA e Recorrente) assistiram, na Biblioteca da Escola Secundária Leal da Câmara, à sessão comemorativa dos 40 anos do 25 de Abril de 1974, que contou com as participações dos capitães de abril, Coronel Rodrigo de Sousa e Castro e Coronel Carlos de Matos Gomes, da representante da Associação 25 de Abril, Dra. Marília Afonso, e com a atuação do Coro Leal da Câmara e do ator Paulo Campos dos Reis, do Conservatório de Música de Sintra. Tratou-se de uma sessão aberta a toda a comunidade.

O Centro de Produção Audiovisual e a TVLC asseguraram a transmissão da sessão, em direto, via internet.

 

Notícia enviada pela Prof.

Maria José Soares Carvalho

Notícia editada e ilustrada por João Leite (7º 4ª) do Clube de Jornalismo

Poemas do nosso Jardim

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

A Solidão

 

A Solidão é a minha sobrevivência,

É como o lado escuro dos locais,

Uma eterna sequência

De dias infernais…

 

A maioria das pessoas falam do futuro,

Mas não quero atravessar o muro.

Posso ser antissocial,

Mas não me leves a mal.

Se isso desejais

Então vou contar mais …

Passo o dia no quarto,

E nunca me farto.

A minha vida é assim,

E não ma vão tirar de mim!

 

Rui Miguel C. Pais, 7º1ª, março 2014

 

Poesia

 

Em cada poema uma história,

Uma memória, uma maneira de ser,

O sorriso de uma criança,

O pôr do sol, o dia a nascer,

 

O inexplicável, explicado,

De forma a podermos entender,

Escrito em versos e em quadras,

Ensinando-nos a viver!

 

Poesia,  então,

Não te podes esquecer,

Escreve um poema sobre quem és,

Para todos podermos ler!

 

Madalena Rodrigues, 7º1ª, março 2014

 

 

O amor

 

O amor é algo diferente,

Nem sempre nos aparece à frente,

É algo que vem de repente,

Pois no mundo nem tudo está presente!

Muitos o procuram e não o acham

Não por serem incompetentes,

Mas porque vivem do passado,

Esquecem o presente,

E por isso nunca vão para a frente,

Por não permitirem ao coração ser diferente!

 

Romário Cruz, EFA B3D

 

A Conquista

 

Viver a dura realidade,

Sonhando com o impossível,

Conquistando a Liberdade,

Para me tornar invencível!

 

Oh Liberdade em construção,

Emprego, escola, família e amigos,

És o alicerce do meu coração,

Contigo acabam-se os perigos!

 

Já vejo ali a conquista sonhada,

Vou recebê-la de peito aberto,

É fruto do esforço e da caminhada,

É a vitória a descoberto!

 

Poema coletivo da autoria dos alunos do Curso EFA B3D – 2012/14

 

A Solidão

 

A Solidão é a minha sobrevivência,

É como o lado escuro dos locais,

Uma eterna sequência

De dias infernais…

 

A maioria das pessoas falam do futuro,

Mas não quero atravessar o muro.

Posso ser antissocial,

Mas não me leves a mal.

Se isso desejais

Então vou contar mais …
Passo o dia no quarto,

E nunca me farto.

A minha vida é assim,

E não ma vão tirar de mim!

 

Rui Miguel C. Pais, 7º1ª, março 2014

 

 Poesia

 

Em cada poema uma história,

Uma memória, uma maneira de ser,

O sorriso de uma criança,

O pôr do sol, o dia a nascer,

 

O inexplicável, explicado,

De forma a podermos entender,

Escrito em versos e em quadras,

Ensinando-nos a viver!

 

Poesia,  então,

Não te podes esquecer,

Escreve um poema sobre quem és,

Para todos podermos ler!

 

Madalena Rodrigues, 7º1ª, março 2014

 

 O amor

 

O amor é algo diferente,

Nem sempre nos aparece à frente,

É algo que vem de repente,

Pois no mundo nem tudo está presente!

Muitos o procuram e não o acham

Não por serem incompetentes,

Mas porque vivem do passado,

Esquecem o presente,

E por isso nunca vão para a frente,

Por não permitirem ao coração ser diferente!

 

Romário Cruz, EFA B3D

 

A Conquista

 

Viver a dura realidade,

Sonhando com o impossível,

Conquistando a Liberdade,

Para me tornar invencível!

 

Oh Liberdade em construção,

Emprego, escola, família e amigos,

És o alicerce do meu coração,

Contigo acabam-se os perigos!

 

Já vejo ali a conquista sonhada,

Vou recebê-la de peito aberto,

É fruto do esforço e da caminhada,

É a vitória a descoberto!

 

Poema coletivo da autoria dos alunos do Curso EFA B3D – 2012/14

Jardins de Poesia no Agrupamento de Escolas Leal da Câmara

Comemorou-se no passado domingo, dia 21 de Março, o Dia Mundial da Poesia. Para assinalar a data, os professores de Português do Agrupamento de Escolas Leal da Câmara preparam uma semana de poesia na escola-sede, nas escolas do 1º ciclo e na nossa escola. Os alunos do 1º ciclo serão recebidos em várias turmas dos restantes ciclos, onde vão assistir a uma receção feita de poesia, flores de papel e muitos sorrisos.  Para assinalar as comemorações O MOURO deixa aqui um poema de Sophia de Mello Breyner Andresen.

O poema 

O poema me levará no tempo
Quando eu já não for eu
E passarei sozinha
Entre as mãos de quem lê
 
O poema alguém o dirá
Às searas
Sua passagem se confundirá
Com o rumor do mar com o passar do vento
 
O poema habitará
O espaço mais concreto e mais atento
 
No ar claro nas tardes transparentes
Suas sílabas redondas
 
(Ó antigas ó longas
Eternas tardes lisas)
 
Mesmo que eu morra o poema encontrará
Uma praia onde quebrar as suas ondas
 
E entre quatro paredes densas
De funda e devorada solidão
Alguém seu próprio ser confundirá
Com o poema no tempo

Sophia de Mello Breyner Andresen,  Livro Sexto

A poesia vista por alguns alunos de 5º ano:

.
A poesia é uma espécie de canto maravilhoso. (India Borges, 5º3ª)
A poesia é uma escrita com imaginação. (Inês Batista, 5º3ª)
A poesia deve ser sentida com o coração e cantada com paixão. (India Borges, 5º3ª)
Quando a poesia é linda, encanta-nos. (Inês Batista e Daniel Carvalho, 5º3ª)
A poesia é a arte de escrever com o coração. (India Borges, 5º3ª)
A poesia é uma companhia agradável. (Laura Krueziu, 5º3ª)
Nas curtas linhas da poesia descubro o mundo e viajo até anoitecer. (Inês Batista, 5º3ª)
Quando leio um poema, sinto amor pelas palavras. (Beatriz Lopes, 5º3ª)
A poesia é a emoção do poeta. (David Yé, 5º5ª)
A poesia vive-se e sente-se. (Diogo Alves, 5º5ª)
A poesia faz-nos voar e sonhar. (Bacar Darame, 5º5ª)
A poesia é um mar de sentimentos e de palavras. (Catarina Silva, 5º5ª)
A poesia é a arte de saber conquistar com palavras. (Sérgio Vaz, 5º5ª)
Lentamente, se diz o poema. (Diogo Vaz, 5º5ª)
Na poesia, cada palavra é uma ideia imensa. (Diogo Alves, 5º5ª)
A poesia traz-nos alegria e sorrisos. (Bacar Darame, 5º5ª)
A poesia é um amor que nasce dentro no coração. (Igor Kita, 5º5ª)
.
Trabalho realizado na aula de Português, 31 de março de 2014, Prof. Marina Gavinho

A poesia vista pelos alunos do 7º 1ª e do 7º 3ª:

.

A poesia é como os pensamentos e a alegria com que vives todos os dias! Ana Santos, 7º3ª

A poesia é uma forma de expressar o amor que sentimos pela pessoa que amamos! Hedson Gomes, 7º3ª

Ser poeta é ser uma pessoa que aprendeu a sonhar e a expressar-se como nunca ninguém conseguiu! Catarina Viana, 7º3ª

Ser poeta é uma arte , e não uma profissão! Nuno Pedro, 7º3ª

A poesia é uma forma de liberdade de expressão! Alexandre Bento, 7º3ª

A poesia é algo preciosa, porque sem ela a vida não era a mesma coisa! Melissa Lopes, 7º3ª

Se não houvesse poesia não havia alegria! Vasco Morais, 7º3ª

A poesia é algo inexplicável! Bruno Viana, 7º3ª

A poesia é uma forma inexplicável de expressar sentimentos!  Ana Cruz, 7º3ª

“Todas as coisas têm o seu mistério, e a poesia é o mistério de todas as coisas.”  Afonso Tomás Costa, 7º3ª

 A poesia é um verso que toda a gente pode ver e ler!  João Costa, 7º3ª

Ser poeta é viajar por entre as palavras rumo ao infinito, é chegar ao coração do outro com apenas uma palavra! Marcos Barros, 7º3ª

Ser poeta é escrever o que te vai na alma! Carolina Costa, 7º3ª

Ser poeta é ser inovador e criar os seus próprios sonhos!  Joana Moutinho, 7º3ª

Ser poeta é conhecer os sentimentos da alma, é pensar, criar e escrever com melodia!  Rafael Matos, 7º3ª

Com a poesia eu fico fascinado, é como quando o sumário de Matemática está terminado!  Alexandre Carneiro, 7º3ª

Ser poeta é escrever com o coração!  Yanilson Fernandes, 7º3ª

Poesia é a maravilha que nos dá alegria!  Diogo Rosinhas, 7º3ª

Ser poeta é libertar as nossas alegrias e tristezas!  Leandro Avelino, 7º1ª

Poesia é como um pequeno pingo de água num deserto seco!  Patrícia Fernandes, 7º1ª

Um poema é a descrição dos sentimentos de um poeta!  Rui Pais, 7º1ª

Poesia é um beijo dos pais ao entrar em casa!  João Silva, 7º1ª

Ser poeta é saber escrever poemas que se tornam chaves para abrir corações!  Ruben Verdugo, 7º1ª

Ser poeta é gostar de estar mais alto!  Joana Almeida, 7º1ª

A poesia é a arte de sonhar mesmo estando acordados!  Madalena Rodrigues, 7º1ª

Poesias são sentimentos que se escrevem e que se sentem mesmo não estando presentes!  Laura Pires, 7º1ª

Poesia é tudo!  Sara Fonseca, 7º1ª

A poesia é o saber o tamanho do mar!  Bruno Gonçalves 7º1ª

A poesia é a música para os meus ouvidos!  Rafael Almeida 7º1ª

Poesia é como um abraço apertado dos nossos amigos!  Beatriz Gamboa 7º1ª

Poesia é a imaginação que nos ocorre na imaginação!  Beatriz Reis 7º1ª

Poesia é imaginação que vem do amar e carinho que damos e recebemos da nossa família!  Diogo Godinho 7º1ª

 Poesia é tornar palavras simples em palavras mágicas!  Rodrigo Martins 7º1ª

Um poema é um pequeno texto onde dizemos tudo o que pensamos!  Filipa João 7º1ª

Ser poeta é…..Descrever os nossos sentimentos com apenas uma caneta e um pedaço de papel!  Tatiana Vasconcelos 7º1ª

Poesia é como o abraço da pessoa que tu amas que mora longe de ti, mas não longe do teu coração!  Sara Valfreixo 7º1ª

Poesia é aquilo que nos faz sonhar!  Daniela Fortuna 7º1ª

Alunos da Prof. Maria José Soares

 

A poesia vista pelos alunos do curso EFA B3D

A Poesia é a essência do amor, e por ela nunca senti dor!
Romário da Cruz, EFA B3D

A Poesia é tudo aquilo que comove, sensibiliza e desperta sentimentos!
Mónica Sofia, EFA B3D
A poesia é ter um sorriso brilhante, amar intensamente, viver com alegria e amar o ser amado!
Filipe Aniceto, EFA B3D
A poesia é a expressão que sentimos, através das nossas palavras!
Silvana Conceição, EFA B3D

A poesia é saber amar, Fazer, Sentir, Pensar, Animar E rimar!
Ana Fonseca, EFA B3D

Ser poeta é viver, Exprimir, Sentir e Transmitir!
Josefa Vita, EFA B3D

Ser poeta é encantar as pessoas!
Miguel Ângelo, EFA B3D

A poesia é uma forma de expressar os nossos sentimentos!
Nilsa Neves, EFA B3D

Ser poeta é ter uma grande imaginação para escrever poemas!
Daniela Lopes, EFA B3D

A poesia é a tradução em palavras do universo!
Augusto Iuco, EFA B3D

A poesia é ser amigo, É o amor!
Antónia Custódio, EFA B3D

Ser poeta é ter coração, Transmitir a nossa paixão pelo Povo e pela nossa querida Nação!
João Fialho, EFA B3D

A poesia é como um jardim cheio de flores!
Luís Oliveira, EFA B3D

A poesia é a beleza de todas as mulheres!
Susana Salé, EFA B3D

Ser poeta é escrever; é expressar os sentimentos e lembranças!
José Djau, EFA B3D

Alunos da Prof. Maria José Soares

 

As turmas noturnas dos cursos de Educação e Formação de Adultos juntaram-se à iniciativa e prepararam flores com poemas para oferecerem uns aos outros.

A turma B1A, que ainda está a aprender a ler e a escrever, encontrou poesia nas palavras mais simples, aquelas que denotam os seus afetos. Deixamos aqui as fotos dos trabalhos realizados.

O Carnaval no mundo e o Carnaval na nossa escola

Para alguns estudiosos a palavra Carnaval vem do latim Carne Vale, que significa “adeus à carne”. É uma festa que teve origem na Grécia em meados dos anos 600 a 520 a.C.  Através dessa festa os gregos realizavam cultos de agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção. Anos mais tarde, em 590 d.C, passou a ser uma comemoração adotada pela Igreja Católica . É um período de festas que antecede o tempo litúrgico da Quaresma que é de recolhimento e de abstinência.

O Carnaval é celebrado em quase todo o mundo, tendo um grande destaque o magnífico Carnaval de Veneza, conhecido pelas suas máscaras luxuriantes

Carnaval de Veneza

Em Portugal, existe uma grande tradição carnavalesca. Os mais importantes carnavais portugueses são o de Estarreja, o de Torres Vedras e o da Madeira (de onde saíram os imigrantes que haveriam de levar a tradição do Carnaval para o Brasil). Neste país o Carnaval adquiriu uma projeção mundial e os contornos étnicos próprios da cultura popular.

 Carnaval do Rio de Janeiro
(Clicar nas imagens, para as ampliar)

Na nossa escola celebrámos o Carnaval com um desfile de máscaras onde é visível a alegria dos participantes e da assistência. Deixamos aqui a reportagem.

Desfile de Carnaval na nossa escola

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Wikipedia

João Leite

7º 4ª

Clube de Jornalismo

Escola Básica Padre Alberto Neto comemora 26 anos de existência

A escola Padre Alberto Neto completou 26 anos de atividade no dia 12 de Fevereiro. Para comemorar a data houve dois momentos de grande alegria com bolo, velas e os parabéns cantados. O diretor do agrupamento de escolas de Rio de Mouro recordou as condições atuais da escola, a precisar urgentemente de obras,  e destacou o trabalho dos docentes ao longo destes 26 anos.

O Clube de Jornalismo deu algumas voltas pela escola e registou alguns espaços menos bonitos, o pavimento em mau estado, os pavilhões pré-fabricados, a falta de uma sala de alunos, a falta de zonas de abrigo no exterior, de bancos e de mesas. No entanto, também registou os recantos bonitos que a escola  tem e que foram humanizados, fruto da criatividade de professores e alunos de outros anos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O comboio, que passa com bastante regularidade, está a cerca de 200 metros das instalações da escola, na lateral. Em frente e por detrás crescem os prédios de Rio de Mouro e da Rinchoa. A zona é muito barulhenta, devido sobretudo ao comboio.

Apesar das condições, a escola tem formado muitos alunos que já ingressaram na vida profissional ou prosseguiram estudos noutros níveis de ensino. É a nossa escola e nós gostamos dela.

Muitos parabéns!

Francisco Mendes

7º 4ª

Clube de Jornalismo