A história de São Valentim

No dia de hoje comemora-se o Dia de S. Valentim, também conhecido como o “Dia dos Namorados”. Fomos à procura da origem deste dia tão especial e descobrimos que existem algumas teorias alusivas à origem de São Valentim e à forma como este mártir romano se tornou o patrono dos apaixonados. Tudo começou no século III d.C., quando o imperador romano Cláudio II teria proibido o casamento na altura da guerra, com o objectivo de angariar mais soldados para o seu exército. No entanto, um sacerdote cristão da época chamado Valentim infringiu este decreto imperial e celebrava casamentos em segredo absoluto entre os casais apaixonados. Também ele teria casado em segredo, ignorando a proibição do imperador. Apesar de tudo, este segredo teria sido descoberto e Valentim teria sido preso, torturado e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitas pessoas enviavam-lhe flores e bilhetes, dizendo que ainda acreditavam no amor, e que os seus actos não teriam sido em vão. Entretanto, enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, Valentim apaixonou-se pela filha cega de um guarda da prisão, e milagrosamente a jovem recuperou a visão. Antes de partir, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, tendo assinado “Do seu namorado” ou “Do seu Valentim”. São Valentim foi morto no dia 14 de Fevereiro de 269 d.C., e ficou, assim, conhecido como o mártir e o patrono dos eternos apaixonados.

Anúncios